O Trunfo do Gestor Contemporâneo

 

 

O trunfo do Gestor contemporâneo

 

Como já se sabe, vivemos na era da informação. Os avanços tecnológicos e o advento da internet para fins institucionais têm sido algumas das ferramentas utilizadas por muitas empresas para o alcance da eficiência. Mas será que isso é o suficiente para garantir o sucesso de uma organização?

Todo órgão, seja ele público ou privado, pode ser considerado um sistema funcional e, como tal, está em contato direto com o meio externo (ambiente que o envolve). Porém, deve-se considerar que um sistema também possui uma estrutura interna que precisa estar sempre em contato sinérgico e, ao mesmo tempo, interagindo com as modificações do ambiente. É justamente aí que se encontra o problema.

É possível encontrarmos, em empresas de grande porte por exemplo, funcionários que chegam simplesmente para vender sua força de trabalho e nada mais que isso. A eles pouco importa saber qual seu papel dentro da empresa ou qual a missão e os objetivos da mesma. A existência desse perfil profissional torna-se uma forte barreira ao crescimento de uma instituição.

Cabe, então, ao gestor contemporâneo a competência de integrar os diversos setores organizacionais, de modo que cada um tenha conhecimento da relevância  de sua tarefa para a manutenção do sistema como um todo.

Transparência de ações. Diálogo com funcionários, abertura para opiniões,etc. são métodos de que o gestor dispõe para promover a troca de informações e, assim, fazer com que seus parceiros comunguem dos objetivos do órgão ao qual estão inseridos.

Sendo assim, a clareza na comunicação pode ser encarada como um grande trunfo, que permite ao gestor contemporâneo unir os objetivos individuais aos organizacionais, integrar os diversos setores que compõem o meio interno de uma instituição e ainda contribuir para que este esteja sempre em contato com as mudanças constantes do ambiente externo, impulsionando,dessa forma, o crescimento da organização rumo ao sucesso.

 

 

 

Jean Marcel G. dos Santos

Esse post foi publicado em Meus textos. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s