Semelhanças…

 coracao_partido

É injusto que se apeguem a mim, embora o façam com prazer e voluntariamente.
Eu iludiria aqueles em quem despertasse desejo, pois não sou o fim de ninguém e não tenho com o que satisfazê-los.
Não estou eu pronto a morrer?
E, assim, o objeto do apego dessas pessoas morrerá.
Logo, quando não seria eu culpado por fazer crer numa falcidade, embora eu a abençoasse e acreditasse nela com prazer, e que ela me desse parzer, ainda assim sou culpado por me fazer amar.
E se atraio as pessoas para que se apeguem a  mim, devo advertir àqueles que estariam prontos a consentir na mentira de que não devem acreditar, qualquer que seja a vantagem que daí me advenha!"

(A.D.)

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s